Pão caseiro sem sova

paosemsova2-1000px

Venho implicando com os pães disponíveis nas padarias e mercados. Além do preço alto, o sabor decepciona: tudo tem o mesmo gosto.

Por isso, sempre que posso faço pães em casa. Já virou clássico na minha cozinha o pão sem sova (no-knead bread), um pão de fermentação longa, com crosta crocante e miolo macio, como os pães italianos.

Descobri essa receita em diversos sites diferentes e me aventurei, atraída pela promessa de um pão saboroso que pudesse ser executado sem grandes esforços de sova. Explico: não que eu seja uma preguiçosa contumaz e não queira sovar minha própria massa de pão, longe disso! A questão é que vivo atualmente num apartamento cuja cozinha é muito, muito pequena e sem balcão. Dessa forma, se preciso sovar ou abrir uma massa, lanço mão da mesa da sala – e, convenhamos, não dá para cobrir a sala de estar todo dia com farinha de trigo.

Por isso que essa receita maravilhosa me atraiu: não é necessário sovar a massa, nem um pouquinho. Seu sabor é muito agradável, a massa fermenta por horas seguidas (de 12 a 18 horas), e precisa apenas que se misturem os ingredientes cuidadosamente e deixe o tempo (e as leveduras) cumprirem seus papeis.

A receita original usa farinha de trigo refinada, mas eu já testei diversas combinações: com farinha integral, de centeio, aveia em flocos… A combinação que mais me agradou foi 1 xícara e meia de farinha refinada, 1 xícara de farinha integral (trigo ou centeio) e meia xícara de aveia em flocos (finos ou grossos).

Gosto também de temperar a massa com especiarias. Minha combinação favorita é pimenta sírio, por conta do toque apimentado e da canela – coloco 2 colheres de chá por receita de massa. Mas já usei até zaatar e mistura para gumbo e ficou excelente.

Outra dica: este pão fica maravilhoso com castanhas picadas e frutas secas. Favorito: avelãs tostadas e figo seco picado. Use sua imaginação, siga cuidadosamente as instruções de preparo e tenha um pão delicioso para comer a semana inteira.

Importante: o único senão desta receita é que ela necessita de uma panela de ferro grosso, com tampa, que possa ir ao forno. Isso ajuda a assar o pão, deixando-o úmido por dentro e com uma casca grossa e dourada.

Eu costumo preparar um ou dois pães desses por semana (ou sempre que consigo, dada a agenda apertada e louca). Retiro da panela, deixo esfriar numa grade e corto-o inteirinho, em fatias médias, logo na sequência. Faço isso para poder congelar as fatias no freezer. Na hora de comer, basta retirar a quantidade que quiser e aquecer diretamente no forno (vale o elétrico também), por cerca de 5 minutos de cada lado.

As fatias são maravilhosas para fazer bruschetta com cobertura de tomates temperados e manjericão. Só de pensar, já deu água na boca.

PÃO CASEIRO SEM SOVA
Rendimento: 1 unidade grande

3 xícaras (chá) de farinha de trigo (melhor se for orgânica, italiana ou específica para pão)
1 e 3/4 colher (chá) de sal (prefiro sal marinho, rosa do Himalaia, sal grosso moído, etc)
1/2 colher (chá) de fermento biológico seco
1 1/2 xícara (chá) de água

Comece misturando os ingredientes secos e, em seguida, adicione a água. Misture bem até obter uma massa mole: não precisa colocar mais farinha (talvez mais um tiquinho de água, se a massa ficar muito seca; isso depende de cada farinha, mas em geral não adiciono nada a mais). Coloque a massa num recipiente grande e cubra com filme plástico. Deixe descansar por 12 a 18 horas. Após esse descanso, é a hora de adicionar as especiarias e “recheios”, caso opte por isso. Misture bem à massa, que vai estar mole, bem melequenta e cheia de bolhas. Não se preocupe com a aparência. Feito isso, transfira a massa para uma superfície com bastante farinha (eu uso a minha placa de corte, pois, como disse, tenho um espaço de trabalho muito limitado; mas um balcão de pedra seria ideal). Forme uma bola, sem sovar, coloque a bola no recipiente em que ela cresceu e cubra-a com o mesmo filme plástico. Enquanto isso, aqueça o forno a 230ºC e coloque dentro a panela de ferro, com a tampa. Deixe aquecer por 30 minutos. Após esse período, coloque a bola de massa dentro da panela quente (cuidado, ela estará PELANDO de tão quente), tampe e leve ao forno por 30 minutos. Depois dessa meia hora assando, retire a tampa da panela e deixe assar por mais 15 minutos ou até que a crosta fique dourada.

Quando o seu pão estiver lindo, cheiroso e dourado, retire-o do forno, tire-o da panela quente com muito cuidado e transfira-o para uma grade. Deixe esfriar completamente. Corte-o em fatias e congele imediatamente no freezer, caso não vá consumi-lo na hora. Fica muito bom como bruschetta, com manteiga, geleia, tahine, avocado, azeite…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *