Lombo com batatas para o almoço de domingo

lomboebatatas_800x800
Lombo de porco assado com batatas, alho e alecrim. Foto: Carol Gherardi

Considero o almoço de domingo uma das refeições mais importantes. Sei que muita gente trabalha de fim de semana, faz plantão… Eu mesma já fiz muito plantão nesta vida em redações variadas, correndo atrás da notícia. Nessas ocasiões, o sábado transcorria normalmente, mas o domingo de folga me fazia muita falta. Especialmente por causa do almoço, a hora mais feliz desse dia polêmico – tem gente que odeia domingo com todas as forças. De fato, se o almoço é a glória do domingo, a hora do lusco-fusco, às seis da tarde, é o início da depressão.

Também já pensei assim e muitas vezes fui afetada por essa tristeza dominical, a antecipação inevitável da segunda-feira. Mas, com o tempo, fui aprendendo a apreciar esse dia, do início ao fim. Primeira dica importante: deixe a TV desligada o dia INTEIRO. Ligue apenas se for para ver filmes ou seriados. Esqueça a TV aberta.

Segunda dica: planeje sua refeição de modo a cozinhar apenas de manhã, deixando o restante do dia para o dolce far niente. Ou seja: para fazer nada, dedicar-se ao ócio criativo, viver. Esqueça o celular, curta sua família, brinque com seus filhos, ligue pros seus pais. Enfim, viva.

E como comer é parte importante (e maravilhosa) da existência, o prato principal da refeição de domingo tem que ser nutritivo, claro, mas, principalmente, delicioso.

Domingo permite tudo. Frango assado inteiro com batatinha, (pode ser o de padaria, amo!), lasanha com bastante molho bolonhesa, quibe de forno, moqueca, carne assada com salada de maionese. Se tiver sobremesa, melhor ainda. Pudim é clássico dos domingos, sempre cai bem.

Minha mãe costumava fazer coisas muito gostosas no almoço de domingo, era a nossa refeição mais feliz da semana. E, como tinha feira, ela comprava tudo muito fresco, no mesmo dia. Então, podia ter risoto de camarão, se o preço do crustáceo estivesse bom, ou a carne assada que só ela sabe fazer, com batatas marronzinhas, macarronada com braciola, gnocchi, bolinho de batata, bife à milanesa… Até hoje eu sinto falta daquela feira de domingo.

Aqui em casa, nem sempre consigo realizar o sonho semanal do almoço em família. Realidade: às vezes, esse é o único dia da semana em que consigo dormir umas horinhas a mais, depois que minha bebê me acorda cedinho para mamar. E não tem feira dominical aqui perto, só aos sábados, o que frustra um pouco a minha programação. Mas procuramos sempre fazer algum programa especial nesse dia, mesmo que banal, como uma ida ao parque, ou uma comidinha simples de restaurante. Quando consigo me organizar, faço as compras no sábado para deixar tudo pronto para cozinhar no domingo.

Uma das receitas que adoro é este lombo de porco. É fácil de fazer e fica uma delícia com batatas assadas. Este prato faz parte do meu livro digital gratuito “Natal Feliz! 30 receitas incríveis para a sua ceia”. Nem preciso dizer que é um arraso para as festas. Mas é igualmente perfeito para aquele almoço de domingo sem pressa, com toda a família reunida à mesa, sem hora para acabar. Embora eu adore vinho, este prato cai muito bem com uma cachacinha ou com uma cerveja encorpada, geladinha.

Todo o meu amor pelos domingos de folga.

LOMBO SUÍNO COM BATATAS ASSADAS
Rendimento: 6 porções

1 kg de lombo suíno com capa fina de gordura
2 dentes de alho picadinhos
Suco de 2 limões pequenos
1 talo de salsão picadinho
1 cebola média em fatias finas
1 xícara (chá) de vinho branco (usei Chardonnay)
Suco de 4 laranjas-pera; ou 2 laranjas-lima e 2 limões
500 ml de água ou caldo de carne ou legumes
1 folha de louro
4 ramos de tomilho fresco
Sal e pimenta-do-reino moída na hora a gosto
Azeite de oliva quanto baste
Batatas assadas com alecrim e alho para servir

Amarre o lombo com barbante, para que se mantenha num formato bonito. Caso não tenha barbante, pode deixar sem amarrar – a única diferença será no formato. Tempere o lombo suíno com o alho, o suco de limão, o salsão picado, o sal e a pimenta. Acondicione o lombo numa tigela com tampa e deixe marinar, na geladeira, por 2 horas. Após o descanso, aqueça 1 fio de azeite numa panela com tampa, que possa ir ao forno (de preferência, de ferro. Em fogo alto, doure o lombo inteiro, por todos os lados. Retire o lombo e reserve. Na mesma panela, coloque a cebola em fatias e deixe dourar ligeiramente. Se necessário, acrescente mais 1 fio de azeite. Quando estiver dourada, junte o vinho branco, raspando bem o fundo da panela, para deglacear bem. Adicone então o suco de laranja e o caldo ou água quente. Volte o lombo para a panela e adicione os ramos de tomilho inteiros e a folha de louro. Mantenha em fogo alto, até ferver. Quando ferver, baixe o fogo e tampe a panela. Transfira a panela para o forno baixo, a 160ºC, e asse por 1 hora e meia. Na metade desse tempo, abra a panela e cheque para ver se ainda tem líquido; se necessário, acrescente mais caldo quente. Mantenha o lombo no forno, com a panela tampada, até a carne ficar bem macia e ainda úmida. Retire o lombo do forno e reserve. Peneire o caldo que restou e volte o líquido para a panela. Reduza o caldo, em fogo baixo, até engrossar ligeiramente. Corrija o sal e a pimenta e, se quiser trazer um pouco mais de brilho e untuosidade, finalize com 1 colher de manteiga. Reserve. Retire o barbante do lombo, corte a carne em fatias finas e sirva com as batatas assadas e o molho de laranja reduzido.

BATATAS ASSADAS COM ALHO E ALECRIM
Rendimento: 6 porções

1 kg de batatas-bolinha com casca
2 ramos de alecrim fresco
8 dentes de alho
Sal grosso quebrado no liquidificador
Pimenta-do-reino moída na hora a gosto
Azeite de oliva quanto baste

Lave bem as batatas e corte-as em 4 partes, mantendo a casca. Unte uma assadeira grande com azeite de oliva. Coloque as batatas e tempere-as com sal e pimenta. Regue-as com uma quantidade generosa de azeite, misturando-as bem com as mãos para pegarem o tempero. Acrescente os dentes de alho inteiros, lavados, com casca, e os ramos de alecrim (um deles deve ser desfolhado, o outro pode entrar inteiro). Leve as batatas para assar em forno médio alto, a 250ºC, por cerca de 30 minutos. Não é necessário cobrir com papel-alumínio. Após esse período, mexa as batatas com uma espátula, para que dourem por igual. Deixe mais 10 minutos e retire-as quando estiverem bem douradas e crocantes, bem macias por dentro. Sirva-as em seguida, com os alhos assados inteiros e as folhinhas tostadas de alecrim. Dica: se exagerou na quantidade de azeite, escorra as batatas em papel-absorvente antes de servir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *